Remédios: A pessoa com trombose precisa fazer alguma cirurgia nas veias?

Posted on

O tratamento desses vasos indesejáveis, denominados pelos leigos de varizes, microvarizes, varicoses ou simplesmente de “vasinhos”, consiste, grande maioria dos casos, na realização de escleroterapia.

Conhecida popularmente como “tratamento de secar as varizes”, a escleroterapia é o método mais utilizado para determinar o desaparecimento desses vasinhos. A escleroterapia com espuma densa é um tipo de tratamento que elimina completamente as varizes e os pequenos vasinhos. Nas varizes de maior calibre, este tratamento pode não dar o melhor resultado, mas é capaz de diminuir o seu tamanho, sendo necessária mais de 1 aplicação na mesma variz. Este é considerado um tratamento estético, já que estes pequenos vasinhos dificilmente causam sintomas importantes. Em seguida, é realizada a retirada das varizes com pequenas incisões ou a esclerose com injeção de espuma hiperdensa, a critério do médico cirurgião. De acordo com Guilherme Pitta, presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, qualquer pessoa pode ter varizes, mas elas aparecem três vezes mais em mulheres. O laser funciona tanto para vasinhos como para varizes com a vantagem de ter recuperação mais rápida. O tratamento das varizes com espuma é uma técnica não cirúrgica, ou seja, sem cortes nem anestesia, feito mediante a injeção. O tratamento é feito mediante a injeção de uma substância esclerosante, na forma de espuma para que veia varicosa desapareça.

Se algum médico indicou uma cirurgia de varizes para você, não se assuste, é muito mais simples do que você imagina!

  • Idade acima dos 60 anos
  • Tabagismo
  • Hipertensão
  • Colesterol alto
  • Ser do sexo masculino
  • Histórico de aneurisma na família

Podem ocorrer flebites com este método, tal como com qualquer outro tratamento de varizes em resultado da trombose de sangue residual entre os segmentos obliterados.

3– material utilizado: o uso da técnica de micro espuma apresenta menos dor à injeção do que a glicose hipertônica. Este texto abordará as varizes nas pernas (varizes dos membros inferiores), dando ênfase às causas, sintomas, prevenção e tratamento. Os principais fatores de risco são: As varizes são normalmente veias tortuosas e dilatadas que não causam maiores sintomas a não ser o incômodo estético. Quando já há edema, podem haver outros sintomas como peso nas pernas, câimbras noturnas (leia: CÂIMBRAS | Causas e tratamento), sensação de queimação, comichão e dor no trajeto das varizes. Escleroterapia com Espuma Em apenas alguns casos indicamos este método para o tratamento das varicoses. Últimamente tem-se falado muito da espuma como tratamento das varizes e vasinhos. Menos sensação dolorosa no tratamento com os atuais aplicações de varizes Alguns pacientes também relataram sentir menos dor com a micro espuma densa no lugar das injeções de líquidos convencionais. O processo utiliza uma micro agulha que injeta uma substância (que inclui glicose) responsável por secar os vasos. O combate a varizes por meio da escleroterapia – injeção de substância esclorosante nas veias alteradas – requer muita interação entre paciente e médico, além de atenção as recomendações pós-aplicação.

O tratamento das varizes com espuma é uma opção à realização de cirurgia, o uso de esclerosantes em forma de espuma tem se popularizado nos últimos anos.

  • Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, 2013
  • Cleveland Clinic, Julho de 2011
  • University Of California, Dermatologic Surgery and Laser Center

O estímulo doloroso sentido durante as sessões de aplicação de vasinhos depende de 4 fatores básicos: Na minha experiência como cirurgião vascular, os dois componentes mais importantes são os primeiros.

A melhor aplicação para a espuma é o tratamento de veias de maior calibre, mas também pode ser usada na aplicação de vasinhos. No caso das varizes, o método mais comum é a intervenção cirúrgica para a retirada das veias comprometidas, ou com aplicação de laser e espuma. Por isso, a escleroterapia é também muitas vezes referida como ”aplicação para varizes” e geralmente é feita com a injeção de uma substância diretamente na variz para eliminá-la. Desde 2018 é possível fazer sessões gratuitas de escleroterapia através do SUS, especialmente em casos graves quando as varizes causam sintomas como dor constante, inchaço ou trombose. Aplicação nos vasinhos não é indicada As aplicações para secar vasinhos não são indicadas na gestação. O tratamento para secar vasinhos pode, assim, acabar deixando marcas na pele. Existem diversas formas para eliminar os vasinhos, um cirurgião vascular ou angiologista pode indicar qual o melhor tratamento. Pode ser usado no tratamento das varicoses (“vasinhos”) através da injeção direta nestes vasos. Porém, a efetividade do tratamento das varizes com espuma, não é tão boa quanto à cirurgia, seja a cirurgia tradicional ou os métodos mais recentes como Laser e Radiofrequência.

  • Os créditos ficam disponíveis por até 2 meses
  • A troca deve ser feita dentro do período de validade do cupom. O cupom não pode ter sido utilizado

Além disso, o tratamento das varizes com espuma pode levar a complicações como flebites, trombose venosa profunda, embolia pulmonar, manchas escuras na pele e feridas.

Sendo assim, a recomendação é que o tratamento para varizes com espuma seja realizado quando o paciente não pode operar, não quer operar ou se a cirurgia não está disponível. ® é indicado para o tratamento da esclerose de pequenas varizes sem insuficiência valvular, bem como das varizes residuais, após cirurgia. Há alguns tipos de cirurgia de varizes: desde retirada das veias maiores e danificadas até aplicações nesses vasos ou as cirurgias a laser. Uma opção para o tratamento de varizes sem cirurgia é a Escleroterapia (conhecida também como secagem de vasinhos) e a esclerose com espuma (utilizada para varizes e Microvarizes). No caso de complicações, por exemplo, varizes grossas, varizes em pessoas que apresentam sintomas apesar do tratamento clínico bem feito, a cirurgia geralmente é indicada. O tratamento cirúrgico é indicado para tratar as varizes (veias doentes, tortuosas, alongadas e elevadas) e não para tratar os vasinhos. Você sempre vai encontrar vasinhos nas pernas, mesmo se você realizar aplicações durante a cirurgia. Esclerose de Varizes Varizes nas pernas podem ser tratadas sem cirurgia, pode ser feita a chamada esclore de varizes, um procedimento para secar (esclerosar) as varizes. Dependendo do grau das varizes nas pernas, podem ser feitas a esclerose ou pode ser útil a cirurgia.

Se você possui varizes, algumas opções podem ser úteis como meias especiais, cirurgia para eliminar ou reduzir a veia, esclerose das varizes através de injeção de glicose e laser.

Neste tratamento o Médico injecta uma substância no interior de varizes de pequena grossura, usando uma agulha muito fina. O cirurgião vascular e endovascular Charles Esteves Pereira fala sobre o tratamento de varizes com espuma densa. Carlos Costa Almeida (cirurgião vascular) O uso dos esclerosantes em forma de espuma tem se popularizado nos último anos como tratamento para as varizes e vasinhos. O tratamento com espuma de polidocanol está indicado principalmente para as varizes e veias reticulares. Porém, a efetividade do tratamento para varizes com espuma não é tão boa quanto à cirurgia, seja a cirurgia tradicional ou os métodos mais recentes como laser e radiofrequência. A espuma também pode ser utilizada para tratamentos estéticos, como na escleroterapia das veias reticulares e telangiectasias, os famosos “vasinhos”. “É uma mini-cirurgia na qual são feitos furinhos ao redor das veias e daí se retira as varizes com uma espécie de agulha de crochê. Procure sempre um cirurgião vascular ou angiologista para realizar o tratamento dos seus vasinhos e varizes. As varizes que causam sinais e sintomas mais graves podem precisar de tratamento médico ou de cirurgia. Geralmente, o laser é mais indicado em pessoas que tenham medo de agulha, alergia aos medicamentos esclerosantes ou que possuam veias muito pequenas, impossíveis de serem canuladas pela agulha. Mesmo quando aplicado de forma correta, o laser pode causar complicações, assim como qualquer método de tratamento das varizes e vasinhos. A técnica da escleroterapia usa uma injeção com medicamento em forma de espuma que seca os vasos com má circulação do sangue. A Escleroterapia, mais conhecida como aplicação, é uma forma menos invasiva de tratamento das varizes, que é capaz de “secar” ou “queimar” os vasos doentes. Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail: Qual o melhor tratamento para varizes: laser, espuma ou cirurgia? Vale salientar que o tratamento das varizes com espuma exige atenção especial do médico vascular. Nas veias muito dilatadas, o fluxo sanguíneo fica mais lento, o que pode levar a formação de coágulose, posteriormente, ser estabelecido um quadro de trombose. Este problema não é tão frequente quando a esclerose é realizada em vasinhos e pequenas microvarizes, entretanto é bastante frequente em veias mais calibrosas (maiores). Quando se trata varizes de maior tamanho, a espessura de parede vascular que a espuma tem que penetrar e fazer seu efeito é muito maior.